11 Dez, 2018

Segurança e qualidade em Pediatria juntam especialistas de todo o País no CHL

O Centro Hospitalar de Leiria (CHL) recebe as primeiras Jornadas da Sociedade Pediátrica da Qualidade e Segurança do Doente (SPQSD), na próxima sexta-feira, 14 de dezembro. A segurança do medicamento será a grande protagonista, neste debate alargado que juntará dezenas de especialistas de todo o País, e que pretende pôr o holofote na qualidade e segurança na prestação de cuidados a crianças e adolescentes.

Bilhota Xavier, presidente da SPQSD, destaca que este «é um momento memorável. São umas jornadas inovadoras, as primeiras a realizar no País, e que nos próximos tempos serão replicadas por outras especialidades». «Hoje está provado que tanto ou mais que o saber científico, uma cultura de qualidade e segurança trará maiores ganhos em saúde. Morrem mais doentes nos hospitais em todo o mundo por erros na prestação de cuidados e por infeções por micróbios resistentes, do que as vítimas de acidentes de automóvel», referindo ainda que «nas crianças a probabilidade desses erros é maior, daí a necessidade de todos os profissionais de saúde que lhes prestam cuidados estarem por dentro dos procedimentos que diminuem a probabilidade desses erros, aumentando a segurança nos procedimentos».

As jornadas têm início às 9h20, com a mensagem de boas vindas, sendo que o primeiro painel abordará o primeiro questionário nacional sobre segurança na utilização do medicamento em Pediatria, sobre a segurança da utilização dos medicamentos LASA – look alike, sound alike (medicamentos com embalagens semelhantes e nomes parecidos), e dos medicamentos de alto risco, e sobre o software mais indicado para a prescrição hospitalar de medicamentos às crianças.

Às 11h45 a Sociedade Pediátrica da Qualidade e Segurança do Doente da Sociedade Portuguesa de Pediatria e o Departamento de Qualidade da Direção Geral da Saúde assinam um protocolo em que se comprometem mutuamente criar estratégias para melhorar a formação dos profissionais de saúde em geral, e dos futuros pediatras em particular, dotando-os de conhecimentos que permitam prestar cuidados de saúde com mais qualidade e segurança. Às 12h00 tem lugar um debate “Segurança do medicamento nas crianças e adolescentes – o que podemos melhorar”, com a presença da diretora Geral de Saúde, Graça Freitas, da presidente do Infarmed, Maria do Céu Machado, e da bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins.

As vantagens e dificuldades da unidose em Pediatria é discutida às 14h30, seguindo-se a evidenciação da importância da notificação de eventos adversos na promoção da segurança dos cuidados de saúde em Pediatria. A DGS analisa a evolução dos sistemas de notificação de eventos adversos, e às 16h45 debate-se o que devem os internos de formação especializada saber sobre qualidade e segurança.

Convidamos os senhores jornalistas a acompanhar as primeiras Jornadas da Sociedade Pediátrica da Qualidade e Segurança do Doente, que decorrem na próxima sexta-feira, 14 de dezembro, a partir das 9h20, no auditório do Hospital de Santo André.

Comunicado

ler mais

RECENTES

ler mais