9 Jul, 2018

Residências de estudantes do Politécnico de Coimbra encerradas após deteção de ‘legionella’

O Politécnico de Coimbra encerrou, na passada sexta-feira, as residências de estudantes situadas em Bencanta na sequência da deteção de ‘legionella’ em dois chuveiros, após uma inspeção de rotina realizada pela Administração Regional de Saúde do Centro. Esta segunda-feira, 9 de julho, será feita uma limpeza e desinfeção por uma empresa especializada.

Numa nota de imprensa enviada à agência Lusa, lê-se que “a presidência do Politécnico de Coimbra e a Administração dos Serviços de Ação Social do Politécnico, responsáveis pela gestão das referidas unidades residenciais [decidiram] elevar as medidas preventivas e transferir os 56 alunos ali alojados, para proceder, na próxima segunda-feira, dia 9, à limpeza e desinfeção por uma empresa especializada”. Após este procedimento, a Administração Regional de Saúde do Centro “voltará a analisar o sistema de distribuição de água”.

“O Politécnico de Coimbra informa que encerrou esta sexta-feira as residências situadas em Bencanta, na sequência de deteção de ‘Legionella pneumophila’, em 2 chuveiros, numa inspeção de rotina, realizada pela ARS Centro”, refere a nota.

De acordo com a mesma fonte, a ARS Centro recomendou “interditar a utilização dos chuveiros e tomar as medidas necessárias para correção da situação, nomeadamente, limpeza e desinfeção da cabeça dos chuveiros e implementar tratamento de choque térmico e/ou químico em toda a rede, de acordo com as características da mesma’”.

A nota do Politécnico diz igualmente que, “na altura do encerramento preventivo das instalações, nenhum dos residentes daquelas unidades apresentava qualquer sintomatologia compatível com a doença”.

LUSA/SO

ler mais

RECENTES

ler mais