15 Mar, 2021

Pandemia agrava-se em França, com aumento da incidência e internamentos

Ocupação dos cuidados intensivos está a aumentar. Região de Paris já não tem capacidade de internamento e começa a transferir doentes para outras regiões.

França anunciou um agravamento da sua taxa de incidência de covid-19 (238 casos por cada 100 mil habitantes) e um aumento da ocupação nos cuidados intensivos, de 81,6%, acima das 4.000 camas. A pandemia agrava-se, assim, em França, à semelhança do que acontece noutros países europeus.

De acordo com os dados divulgados pelo Governo francês, o número de novos infetados caiu ligeiramente face a sábado, para 26.343, atingindo um total de 4,07 milhões de contagiados desde o início da pandemia.

O número de mortos aumentou em 140, totalizando 90.429.

Em toda a França, a taxa de ocupação dos cuidados intensivos piorou cerca de um ponto, para 81,6%, e o total de camas ocupadas situa-se em 4.127, a níveis de novembro último.

A taxa de ocupação é especialmente alta nas regiões de Altos de França (115,3%), de Provença-Alpes-Costa Azul (107,4%) e em Ile de France (98,9%).

Em Ile de France, onde vivem 12 milhões de habitantes, quase 20% da população francesa, começaram a ser transferidos por helicóptero doentes em cuidados intensivos para outras regiões com hospitais menos saturados, perante o agravamento da pandemia em França.

O número de vacinados no país já ultrapassou os cinco milhões (5,07 milhões) e cerca de metade já recebeu a segunda dose obrigatória para uma imunização completa.

ler mais

RECENTES

ler mais