5 Fev, 2018

Número de casos de “legionella” estabiliza e mais dois doentes têm alta

O ministro da Saúde afirmou que o surto está estabilizado no hospital CUF Descobertas, adiantando que, a partir de março, o Governo pretende ajudar os hospitais a "apertar a malha" no controlo desta bactéria.

O número de casos diagnosticados com doença dos legionários com ligação ao surto de ‘legionella’ no Hospital CUF Descobertas, em Lisboa, mantém-se em 15, tendo este fim-de-semana mais dois doentes recebido alta.

Em comunicado enviado no sábado, o Hospital CUF Descobertas informa que “a Direção-Geral da Saúde (DGS) mantém hoje no seu boletim epidemiológico os mesmos 15 casos de Doença dos Legionários notificados até ao dia de ontem [sexta-feira].

Já durante o dia de sábado, refere, “dois dos doentes internados no Hospital CUF Descobertas tiveram alta clínica, mantendo-se cinco doentes no Internamento Geral, que continuam a evoluir positivamente no seu estado clínico”.

Dos 15 casos notificados à DGS até ao momento, seis doentes já tiveram alta hospitalar, mantendo-se internados outros nove, cinco no CUF Descobertas e os restantes quatro em outros hospitais.

Na sexta-feira, o ministro da Saúde afirmou que está estabilizado o surto de doença do legionário do hospital CUF Descobertas, afirmando que, a partir de março, o Governo pretende ajudar os hospitais a “apertar a malha” no controlo da bactéria ‘legionella’.

Em declarações aos jornalistas após acompanhar o Presidente da República numa visita ao hospital, Adalberto Campos Fernandes afirmou que o surto entrará agora na fase descendente, tendo atingido o número máximo de casos – quinze.

LUSA/SO

ler mais

RECENTES

ler mais