27 Out, 2020

Internamentos deverão ultrapassar os três mil na próxima semana

Já esta quarta-feira deverá ser ultrapassado o máximo de doentes hospitalizados nos cuidados intensivos.

A ministra da Saúde, Marta Temido, revelou  que os internamentos por covid-19 nos hospitais, em enfermaria e unidades de cuidados intensivos (UCI), deverão ultrapassar os três mil na próxima semana.

Segundo as projeções do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), a partir de 4 de novembro estima-se que estejam internados em enfermaria 2.634 doente e 444 em UCI.

Já na quarta-feira, deverá ser ultrapassado o máximo de doentes hospitalizados nos cuidados intensivos registado na primeira vaga (271).

Marta Temido justificou este aumento com o crescimento do número de novos casos registado nas últimas semanas, que incidiu particularmente sobre as pessoas com idades entre os 20 e os 39 anos e com mais de 85 anos.

“Quero, por exemplo, destacar que na semana de 12 a 18 de outubro foram ultrapassados os máximos em quase todos os grupos etários em termos de novos casos e a taxa de notificação do grupo de mais de 85 anos ultrapassou o máximo observado na semana de 20 a 26 de abril, uma das semanas mais complicadas”, detalhou.

Os efeitos desta incidência nos mais velhos já se começou a fazer sentir nos hospitais, tendo-se registado nos últimos dias um aumento contínuo no número de internamentos, e a expectativa é para que a tendência se mantenha.

“Dada a fragilidade dos indivíduos deste grupo etário, considera-se que esta situação pode levar a um aumento das hospitalizações e mesmo dos óbitos nas próximas semanas”, reconheceu Marta Temido.

No início da conferência de imprensa, a ministra da Saúde atualizou ainda os dados referentes ao risco de transmissibilidade do novo coronavírus (RT), que entre 17 e 21 de outubro foi de 1,21.

Nos últimos 14 dias, Portugal r