12 Ago, 2019

Fármácias reforçaram stocks antes da greve para evitar ruturas

As farmácias reforçaram os stocks de medicamentos (sobretudo dos mais procurados) nos primeiros sete dias de agosto.

Os dados da hmR, empresa de estudos de mercado na área da saúde, incidiram sobre o universo de farmácias em Portugal, com uma extrapolação calculada numa base diária e regional a partir do seu painel de 2443 farmácias, 84% do total nacional.

A hmR registou um aumento das compras das farmácias com medicamentos sujeitos a receita médica (MSRM) em comparação com o mesmo período no ano anterior (2018). A procura de medicamentos é mais expressiva em relação aos medicamentos mais vendidos Top100 no mercado, em valor.

O estudo da hmR foi realizado entre os dias 11 de Julho e 7 de Agosto e compara com o mesmo período do ano anterior.

De 1 a 7 de Agosto registou-se uma subida de 7% na procura de medicamentos por parte das farmácias junto dos distribuidores.

Em termos de distritos destaca-se o aumento das compras das farmácias de Bragança com uma subida de 14% nos primeiros dias de Agosto, Santarém com 13% e Porto e Portalegre com 10% também registam um aumento.

O estudo foi realizado com a informação de compras, vendas e stocks recolhida diariamente, a nível transacional, de todos os atos de venda das farmácias pertencentes ao painel.

ler mais

RECENTES

ler mais