Exposição de arte de doentes de Parkinson inaugurada hoje em Lisboa

A Associação Portuguesa de Doentes de Parkinson (APDPk), em parceria com a BIAL, inaugura hoje uma exposição de arte com cerca de 30 trabalhos realizados por 18 doentes com Parkinson.

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Em exposição estão trabalhos que passam por diferentes vertentes artísticas: poesia, pintura, escultura, fotografia, entre outros. A entrada é livre e a exibição ficará patente até ao final do mês de abril.

Com o mote “De mãos dadas pela Doença de Parkinson”, a cerimónia de inauguração começa com uma aula de dança para cerca de 20 pessoas que vivem com esta doença, que terá como objetivo sensibilizar para os constrangimentos que a Parkinson impõe aos portadores.

Ana Botas, presidente da APDPk, explica que “o exercício físico é essencial para os doentes de Parkinson, e neste sentido a dança é uma das atividades que mais se adequa, porque estimula os músculos, mas também a criatividade, a autonomia, a memória e o domínio corporal. Com esta aula de dança e com a exposição de trabalhos realizados por pessoas com Parkinson pretendemos sensibilizar todas as pessoas para esta doença e ao mesmo tempo proporcionar momentos de socialização e bem-estar, reforçando a importância da arte para estas pessoas”.

A exposição abre portas hoje, no Dia Mundial da Doença de Parkinson, pelas 15h, no Palácio Baldaya, em Lisboa.

Na galeria, conheça alguns dos artistas e os seus trabalhos:

 

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]
ler mais

RECENTES

ler mais