20 Jan, 2019

Eurostat empolou os números. Portugal não tem o maior rácio de médicos generalistas da UE

Segundo o Eurostat, Portugal teria, em 2016, mais de 26 mil médicos de clínica geral. Contudo, o número real é cerca de um quinto desse valor. Foram fornecidos dados errados a esta entidade europeia?

A notícia foi publicada em praticamente todos os órgãos de comunicação na passada quinta-feira, a partir de uma informação avançada pela agência Lusa. Contudo, é fácil verificar que os números do relatório do Eurostat (o gabinete estatístico da União Europeu) pecam, e muito, por excesso.

Senão vejamos: segundo este organismo europeu, Portugal tinha em 2016 o maior número de médicos de clínica geral (253) por cem mil habitantes, entre 21 estados-membros da União Europeia. Tendo em conta que, nesse ano, o país contava com pouco mais de 10 milhões e 300 mil habitantes, existiriam em Portugal 26059 médicos de clínica geral.

Ora, é simples verificar que Portugal não tem nem nunca teve um número de clínicos gerais parecido com esse. Os últimos dados conhecidos (de 2018) indicam a existência de 5662 médicos de Medicina Geral e Familiar a exercerem no setor público. Mesmo que a estes se juntem os médicos sem especialidade, que se estimam serem cerca de dois mil, e os médicos generelistas a exercer no setor privado,o número nunca se aproximaria do rácio calculado pelo Eurostat (mais de 26 mil clínicos).

Tendo em conta que o Eurostat trabalha com dados disponibilizados pelos próprios países, terá de se concluir que Portugal forneceu dados errados ao gabinete europeu. O Saúde Online contactou a Administração Central do Sistema de Saúde de modo a obter esclarecimentos mas a ACSS garante que não forneceu os dados em questão.

Segundo o relatório do Eurostat, atrás de Portugal estarão a Irlanda (com 179 médicos generalistas por cada 100 mil habitantes). A Áustria, Holanda e França tinham, no ano em causa, entre 150 e 160 médicos de clínica geral com licença para exercer.

Na maioria dos 21 estados-membros para os quais há dados disponíveis, o número de médicos de clínica geral por cem mil habitantes varia entre os 60 e os 120.

Tiago Caeiro

ler mais

RECENTES

ler mais