23 Jan, 2019

Duas mortes por fuga de monóxido de carbono no Hospital Magalhães Lemos

Dois homens morreram hoje na sequência de uma fuga de monóxido de carbono no Hospital Magalhães Lemos, no Porto, indicaram fontes dos Bombeiros Sapadores do Porto e da PSP.

A situação aconteceu na central térmica da lavandaria daquela unidade hospitalar, indicou fonte da empresa SUCH-Serviço de Utilização Comum dos Hospitais.

Já, de acordo com a PSP, os dois homens “estariam a fazer a reparação de uma caldeira”, sendo a causa da morte a inalação de gases.

Fonte do INEM disse à Lusa que as duas vítimas tinham 52 e 60 anos de idade e que o óbito foi declarado no local.

Naquele local estiveram, indicou a mesma fonte, viaturas do Hospital São João e Hospital Pedro Hispano, bem como uma ambulância de emergência médica e um psicólogo do INEM.

A ocorrência foi registada às 09:43, na Rua Professor Álvaro Rodrigues.

No local, além de operacionais do INEM, estão elementos dos Sapadores Bombeiros e dos Voluntários Portuenses, no total de 79 homens, de acordo com informação disponível, pelas 12:00, no ‘site’ da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais