19 Mai, 2020

Covid-19: Primeira vacina testada em humanos com resultados promissores

A farmacêutica norte-americana Moderna anunciou, na segunda-feira, que a vacina mRNA-1273 contra o novo coronavírus foi considerada "segura e bem controlada".

Os testes preliminares contaram com a participação de 45 voluntários, com idades compreendidas entre os 18 e os 55 anos. Os voluntários receberam uma de três doses da vacina – 25 microgramas, 100 microgramas e 250 microgramas.

Todos desenvolveram anticorpos contra a SARS-CoV-2, contudo as oito pessoas que receberam as doses de 25 e 100 microgramas, em Março, foram as que responderam melhor à vacina, ao desenvolverem anticorpos neutralizadores em níveis similares ou superiores aos das pessoas que tiveram Covid-19 e já recuperaram da doença.

A vacina foi bem tolerada, com apenas três pessoas, que receberam as doses mais altas da vacina, a apresentarem efeitos secundários severos. No entanto, estes foram temporários, e nenhum dos voluntários correu risco de vida durante estes testes.

A Moderna pretende agora avançar para uma segunda fase dos ensaios com 600 participantes e, posteriormente, uma terceira fase a realizar-se em julho, com milhares de participantes, de forma a confirmar os progressos.

O objetivo é ter a vacina pronta no outono deste ano, para poder ser aprovada em 2021.

SO/Lusa

 

[box] Notícias Relacionadas:

No Reino Unido, voluntários expõem-se ao vírus de modo a testar uma vacina

Pessoas estão a ser expostas ao contacto com profissionais de saúde para serem infetados. Isto para testar uma vacina de combate à covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford.

Há 33 vacinas em desenvolvimento na Europa. EMA pede estratégia coordenada

O diretor da Agência Europeia de Medicamentos exige “uma estratégia coordenada” dos países membros da União Europeia (UE) na busca de uma vacina.

Covid-19: É “muito provável” que vacina só chegue em 2021

Especialista do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças alerta que não haverá vacina nos próximos meses, aconselhando a “cautela” no levantamento das medidas.

Número de vacinas administradas em abril caiu quase para metade

Segundo os dados atualizados do Portal do SNS, em abril de 2019 tinham sido administradas 473.057 vacinas. Em comparação, este ano, foram administradas 247.810.

[/box]
ler mais

RECENTES

ler mais