12 Mar, 2020

Covid-19: 78 infetados e seis cadeias de transmissão ativas

Casos confirmados sobem para 78, mais 19 do que os contabilizados na quarta-feira. Há mais de 600 casos suspeitos.

Dos 78 casos confirmados, apenas 69 estão internados, segundo o boletim sobre a situação epidemiológica divulgado pela DGS.

Em Portugal há um total de 637 casos suspeitos, dos quais 133 aguardam resultado laboratorial. Segundo a DGS, há ainda 4.923 contactos em vigilância pelas autoridades de saúde, mais 1.857 do que na quarta-feira.

O boletim de hoje indica que há seis cadeias de transmissão ativas, número idêntico ao de quarta-feira. Entre os doentes internados estão os casos de um menino com menos de dez anos e de 12 jovens entre os dez e os 19 anos.

Existem dois casos de doentes infetados internados acima dos 80 anos e cinco entre os 70 e os 79.

É entre a população com idades entre os 40 e os 49 anos que se registam mais casos (21) de doentes internados, segundo o boletim da DGS, que indica a existência de 14 casos entre os 30 e 39 anos e e nove casos entre os 50 e os 59 anos.

Há ainda registo de sete casos entre os 20 e 29 anos, nove entre os 50 e 59 anos e sete entre os 60 e 69 anos.

A região Norte continua a ser a que regista o maior número de casos confirmados (44), seguida da Grande Lisboa (23) e das regiões Centro e do Algarve, ambas com cinco casos confirmados da doença.

Há um caso confirmado no estrangeiro, segundo o boletim epidemiológico diário.

Segundo o mapa disponibilizado pela DGS, continua a não haver casos registados no Alentejo e Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira.

Os dados da DGS adiantam que 10 casos resultam da importação do vírus de Itália, cinco de Espanha, três da Suíça e um continua em investigação relativamente à origem da importação(Alemanha/Áustria).

SO/LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais