Cancro da mama. App permite contacto à distância entre doentes e profissionais

Aplicação permite o acesso a doentes de cancro a quatro níveis de cuidados de saúde, explica a presidente do IPO de Coimbra, onde o projeto está implementado.

O Instituto Português de Oncologia (IPO) de Coimbra venceu hoje o Prémio HINTT – Maturidade Digital, na categoria Segurança do Paciente, com o projeto Oncommunities, dirigido a doentes com cancro da mama e profissionais de saúde, foi hoje anunciado.

Em declarações à agência Lusa, a presidente do IPO de Coimbra, Margarida Ornelas, explicou que se trata de um programa inovador baseado numa “comunidade ‘online’, que tem como principal foco a reabilitação física e psicossocial” de doentes com cancro da mama.

“É uma aplicação que permite o acesso a doentes de cancro do primeiro ano de diagnóstico a quatro níveis de cuidados de saúde: triagem e monitorização, orientação, rede social privada para os doentes comunicarem com os profissionais de saúde e acompanhamento intensivo”, adiantou.

 

App permite esclarecer dúvidas em 30 minutos

 

Segundo Margarida Ornelas, o projeto caracteriza-se por uma “grande segurança e proximidade” com os doentes, que podem esclarecer dúvidas em cerca de 30 minutos com os profissionais de saúde, evitando deslocações.

A diretora clínica, Ana Pais, acrescentou que a apl