Diabetes e inteligência artificial: rumo a uma abordagem mais precisa no controlo da doença

Artigo de opinião de Ana Cristina Almeida Santos Oliveira, enfermeira especialista em Saúde Materna e Obstétrica, na Unidade Local Dão Lafões Viseu, EPE, mestre em Toxicodependências e Doenças Psicossociais; pós-graduação em Gestão e Administração de Serviços de Saúde e Pós-graduação em Cuidados Paliativos e Fim de Vida. Sócia da www.girohc.pt/