1 Out, 2019

Investigadores questionam estudos que apontam riscos do consumo de carnes vermelhas

Uma investigação internacional sobre consumo de carnes vermelhas processadas concluiu que os estudos que durante décadas apontaram o perigo destes produtos para a saúde não têm fundamento suficiente.

Os investigadores, que publicaram o seu trabalho na revista Annals os Internal Medicine, concluíram que os benefícios para a saúde de reduzir o consumo de carnes vermelhas e processadas são poucos e não suficientes para dizer às pessoas para deixarem de consumir este tipo de carne.

O estudo já foi contestado por diversos investigadores da Universidade de Harvard (nos EUA), que em comunicado defendem que este novo trabalho “prejudica a credibilidade da ciência da nutrição e desgasta a confiança pública na investigação científica”.

“Esta é uma recomendação de saúde muito irresponsável”, disse Frank Hu, que lidera o departamento de nutrição da Escola de Saúde T.H.