15 Fev, 2021

Infarmed deteta venda ilegal de testes de antigénio nas farmácias

Venda de testes não é permitida mas farmácias podem elas próprias realizar os testes. No entanto, apenas 10% dos estabelecimentos o fazem.

O Infarmed detetou várias farmácias a vender ao público testes rápidos de covid-19, o que não é permitido. Assim que a Autoridade do Medicamento (Infarmed) deteta a comercialização desses “kits”, adverte as farmácias infratoras, avança o JN.

O Infarmed tem tomado “as ações necessárias para que a farmácia cesse essa prática”, reconhecendo, porém, que “até agora, poucas foram as farmácias notificadas nesse sentido”. Alguns estabelecimentos vendem os testes de forma informal, aconselhando os clientes a dirigirem-se até um profissional para a realização do teste.

No entanto, as farmácias que cumpram determinados requisitos podem, elas próprias, realizar testes rápidos desde o dia 16 de dezembro. Neste momento, pouco mais de 10% das farmácias (373 num universo de cerca de três mil) estão habilitados a fazê-lo, de acordo com a bastonária dos farmacêuticos, Ana Paula Martins.

Notícias relacionadas:

Vacinação. Francisco Ramos acusa Associação de Farmácias de ser “obstáculo”

ler mais

RECENTES

ler mais