29 Jun, 2022

Hospital de Braga fica sem urgências de cirurgia pediátrica durante a noite

Situação decorre "da indisponibilidade dos médicos do Serviço de Cirurgia Geral para assegurar as observações" a crianças no período noturno, diz o hospital.

O Hospital de Braga (HB) vai ficar, a partir de sexta-feira e por tempo indeterminado, sem urgências de cirurgia pediátrica no período noturno, revelou a administração.

Em resposta enviada à Lusa, a administração adianta que, no período entre as 20:00 e as 08:00, fica apenas assegurada a observação de crianças já internadas e daquelas que foram submetidas a cirurgia nos últimos 30 dias e que recorram à Urgência por motivo relacionado com essa mesma cirurgia.

No fundo, segundo a administração, no período noturno “os cirurgiões pediátricos apenas assegurarão a prevenção interna”.

“Esta alteração surge da indisponibilidade dos médicos do Serviço de Cirurgia Geral para assegurar as observações a utentes pediátricos no período noturno, tal como sempre aconteceu até hoje, e do facto de o quadro médico do Serviço de Cirurgia Pediátrica ser composto por nove cirurgiões”, explica.

O conselho de administração ressalva que “até ao momento, e apesar dos esforços desenvolvidos, não foi possível encontrar uma solução que permita garantir a continuidade da cobertura no período noturno”, sublinhando que se encontra “a envidar todos os esforços para resolver esta situação”.

Entretanto, não há data marcada para a reabertura das urgências de cirurgia pediátrica no período noturno.

Durante o dia, de segunda a sexta-feira, a cobertura do serviço de cirurgia pediátrica na Urgência mantém-se “com presença física”.

Ao fim de semana, os médicos trabalham “em regime de prevenção”, sendo chamados ao hospital em algum caso de emergência.

O Hospital de Braga tem registado, nos últimos tempos, dificuldades para assegurar as escalas também das urgências de Ginecologia/Obstetrícia, o que já levou a alguns encerramentos daquele serviço.

Nas últimas duas semanas, aquelas urgências foram encerradas por quatro vezes, por períodos de 24 horas.

LUSA

Notícia Relacionada

Hospital de Braga perdeu cinco obstetras desde outubro e não admitiu nenhum

Print Friendly, PDF & Email
ler mais

RECENTES

Print Friendly, PDF & Email
ler mais