19 Jul, 2018

Hospitais de Coimbra desenvolvem tratamento para doentes com sequelas nas mãos

A Unidade da Mão do Serviço de Ortopedia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) iniciou, com sucesso, o tratamento cirúrgico inovador em doentes com sequelas neurológicas nas mãos, foi hoje anunciado

“A cirurgia realizada retoma uma ambição antiga do serviço voltar a ter programas e médicos habilitados a executar a cirurgia do plexo e a cirurgia dos nervos periféricos de modo a otimizar as capacidade sensitivas e motoras de doentes que as perderam na sequência de AVC ou traumatismos”, refere o diretor Fernando Fonseca, citado num comunicado do CHUC enviado à agência Lusa.

Segundo a nota, esta recente e inovadora abordagem terapêutica, que teve início na quarta-feira, “vem permitir que pacientes com paralisias totais ou parciais resultantes de acidentes vasculares cerebrais (AVC), paralisias infantis ou traumatismos vertebro-medulares, melhorem a funcionalidade do membro superior”.

A cirurgia envolve uma atuação microcirúrgica em nervos periféricos, tendões ou articulações.

“A abordagem deste tipo de doentes é multidisciplinar, onde se inclui uma equipa de reabilitação, fundamental na referenciação e no seguimento terapêutico dos doentes”, salienta o CHUC.

O objetivo terapêutico é a melhoria das limitações nas atividades básicas diárias nos casos mais graves ou a recuperação funcional de gestos deficitários, fundamentais em atividades específicas ou laborais.

De acordo com o cirurgião Fernando Fonseca, “foram utilizadas novas técnicas de abordagem cirúrgica de acordo com as melhores práticas atuais em centros de referência internacionais”.

“Pretendemos progressivamente constituir equipas pluridisciplinares que abordarão de forma integrada os problemas destes doentes, colocando-os no centro da nossa atuação e dando a cada problema a resposta mais adequada”, adianta o CHUC.

LUSA/SO/MM

ler mais

RECENTES

ler mais