16 Out, 2020

“Em duas semanas entraremos em colapso”, avisa Diretora de Infecciologia do Amadora-Sintra

A médica Patrícia Pacheco sublinha que o "risco do colapso do sistema de saúde é real" e diz que a resposta anunciada não é suficiente.

É um alerta deixado por quem trabalha no terreno. A diretora do Serviço de Infecciologia do Hospital Amadora-Sintra, disse, esta quinta-feira, que teme que os hospitais entrem em colapso em duas semanas devido ao aumento de novos casos de covid-19.

“O risco do colapso do sistema de saúde é real. Se a situação e os números se mantiverem, em duas semanas entramos em colapso”, disse Patrícia Pacheco, em entrevista à rádio Observador.

A médica afirma que os hospitais estão a perder a capacidade de internamento e considera que as medidas anunciadas esta quarta-feira não serão suficientes para controlar a situação epidemológica em Portugal. “A resposta não é suficiente”, diz.

Patrícia Pacheco sublinha ainda que a ministra da Saúde “não vive a realidade de quem está no terreno”. A responsável diz que Marta Temido não sabe o que está por detrás dos números. “Os números não nos dizem tudo, é preciso perceber o que está por detrás destes números”, refere.

A responsável pelo serviço de Infecciologia de um dos hospitais sob maior pressão em todo o país critica ainda o estilo comunicacional “ligeiro” do Governo e das autoridades saúde.

TC/SO
ler mais

RECENTES

ler mais