30 Dez, 2021

Dinamarca bate recorde de novos casos e tem a maior taxa de incidência no mundo

Incidência ultrapassou os 1.700 casos por 100 mil habitantes na Dinamarca, enquanto a taxa de positividade a permanecer alta, acima dos 12%.

A Dinamarca, país com mais casos de covid-19 em relação à população em todo o mundo, ultrapassou o recorde de novos casos diários, com 23.228 nas últimas 24 horas.

A subida, de acordo com os dados das autoridades sanitárias, deve-se em grande parte ao elevado número de testes PCR realizados após o Natal, com a taxa de positividade a permanecer praticamente inalterada nos 12,3%.

O pico anterior de novas infeções foi atingido na segunda-feira, com 16.164.

A incidência dinamarquesa significa que mais do que um em 60 habitantes fizeram um teste com resultado positivo na última semana.

O número de pessoas atualmente hospitalizadas aumentou ligeiramente para 675 (mais nove nas últimas 24 horas), dos quais 77 (mais seis) estão em unidades de cuidados intensivos, mas a subida é muito mais lenta em comparação com a do número de novos casos.

Dezasseis mortes foram contabilizadas nas últimas 24 horas, tendo o número de óbitos aumentado 17% na última semana, para 89, longe dos registos do inverno passado (249 mortes numa semana em janeiro de 2021), diferença que é atribuída pelos peritos aos efeitos protetores das vacinas.

Em conferência de imprensa, o diretor da Autoridade de Saúde Pública, Soren Brostrom, apelou aos dinamarqueses para celebrarem a passagem de ano num convívio “o mais restrito possível”.

A Dinamarca é um dos países que mais testa e um dos primeiros na Europa a ter detetado em grande escala casos da variante Ómicron, que prevalece no país há uma semana.

Com os dados de hoje, pela primeira vez o país ultrapassa os 100.000 casos numa semana.

De acordo com os dados oficiais recolhidos pela agência France-Presse, a Dinamarca é atualmente – e com larga distância – o país com maior incidência no mundo, com mais de 1.700 casos por 100.000 habitantes nos últimos sete dias.

Depois do país nórdico surgem Malta (1.333), Irlanda (1.312), Islândia (1.201) e Reino Unido (1.173).

LUSA

Print Friendly, PDF & Email
ler mais

RECENTES

Print Friendly, PDF & Email
ler mais