20 Dez, 2019

Afinal, morte de criança na Feira não se deveu a meningite e é caso isolado

A Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte) garante que “é isolado” o caso detetado em Santa Maria da Feira que causou a morte de uma criança, referindo tratar-se de uma “infeção bacteriana generalizada do sangue e não meningite”

“O quadro clínico deste caso era compatível com uma infeção bacteriana generalizada do sangue e não um quadro de meningite. É, até ao momento, um caso isolado”, refere a ARS-Norte em comunicado.

Na semana passada, uma criança que frequentava um estabelecimento de ensino em Santa Maria da Feira, no distrito de Aveiro, morreu tendo sido noticiado que teria sido vítima de meningite.

Em comunicado, na quarta-feira, a ARS-Norte indicou que o caso foi notificado no domingo, sendo “reduzida” a probabilidade de ocorrência de novos casos de meningite em Santa Maria da Feira.

No mesmo comunicado, avançava ainda que, “por uma questão de precaução”, foram dados conselhos à população.

Hoje, esta entidade frisa que “a Autoridade de Saúde do Agrupamento de Centros de Saúde Feira/Arouca, em colaboração com Autoridade de Saúde Regional do Norte, tem estado a acompanhar a evolução da situação, tendo sido implementadas as medidas preventivas necessárias, de acordo com as normas da Direção-Geral da Saúde”.

“Atualmente, aguarda-se resultados laboratoriais para confirmação definitiva do diagnóstico” de infeção generalizada, continua a nota da ARS Norte, reiterando que o risco de ocorrerem casos adicionais de doença “é reduzido”.

LUSA/SO

ler mais

RECENTES

ler mais