15 Fev, 2019

VIH: A importância da toma única para a adesão à terapêutica

O Dr. José Poças, especialista em Medicina Interna do Centro Hospitalar de Setúbal, foi um dos oradores do simpósio satélite da ViiV HealthCare, onde identificou a facilitação da administração (o chamado regime de toma única) como sendo um fator determinante na adesão do doente à terapêutica.

Ao SaúdeOnline, o especialista refere que segue na sua consulta o único doente em Portugal a fazer terapêutica injetável, sendo que muitos doentes prefeririram esse regime, que se faz atualmente com periodicidade mensal.

O especialista falou ainda sobre a resistência à medicação (resultado, entre outros fatores, da irregularidade ou paragem da toma no passado) e sobre a evolução da terapêutica.

Assista ao vídeo:

 

ler mais

RECENTES

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ler mais