24 Jul, 2019

Politécnico de Leiria ganha bolsas com projetos de saúde respiratória

Dois projetos de investigação do Politécnico de Leiria acabam de ser distinguidos com bolsas para a realização de projetos de promoção de saúde junto da comunidade.

Ao projeto “Plataforma móvel de promoção da atividade física em pessoas com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) nos cuidados de saúde primários”, foi atribuída a Bolsa de Inovação Diagnóstica e Terapêutica Update em Medicina/Alfasigma em Cuidados de Saúde Primários. Já o Prémio atribuído pela Fundação Europeia do Pulmão/Sociedade Europeia Respiratória será usado em iniciativas que visam promover a saúde respiratória junto de três grandes grupos da comunidade: crianças, adolescentes e adultos.

O Prémio, atribuído pela Fundação Europeia do Pulmão, será aplicado no âmbito da campanha Healthy Lungs for Life, e pretende:

  • aumentar o conhecimento do impacto da má qualidade do ar na saúde respiratória;
  • aumentar a consciencialização sobre as medidas que todos devem tomar para proteger os seus pulmões da poluição interna e externa (como parar de fumar e praticar exercício físico), entre outros.

As atividades do projeto, cuja responsável é Joana Cruz, investigadora do ciTechCare – Centro de Inovação em Tenologias e Cuidados de Saúde do Politécnico de Leiria, arrancam já no próximo ano letivo.

Já o valor do prémio Update em Medicina/Alfasigma, cujo investigador principal é o médico Bruno Carreira, da USF Santiago, será repartido entre a Unidade de Saúde Familiar Santiago (Marrazes) e o Politécnico de Leiria, que desenvolvem o projeto em conjunto. O projeto envolve o desenvolvimento de uma aplicação móvel, que o utente com DPOC poderá descarregar no telemóvel e na qual poderá ser realizada a prescrição de atividade física personalizada. A atividade física será prescrita pelo médico dos cuidados de saúde primários, adaptados à condição do utente e ao seu contexto, através de uma plataforma web desenvolvida no mesmo projeto. O clínico monitoriza o progresso do utente, nomeadamente se cumpre o plano prescrito ou se tem dificuldade, e pode em qualquer altura alterar o plano, que fica imediatamente disponível ao utente. Será realizado um estudo-piloto em pessoas com DPOC seguidas na Unidade de Saúde Familiar, reforçando assim o papel dos Cuidados de Saúde Primários na promoção de atividade física.

O Prémio Update em Medicina/Alfasigma tem o valor de 3.000 euros, e o da Fundação Europeia do Pulmão 1.000 euros.

ler mais

RECENTES

ler mais