10 Jan, 2020

Novo Nordisk e UNICEF anunciam parceria para prevenir excesso de peso e obesidade infantil

Nova parceria tem um foco inicial em intervenções na América Latina e nas Caraíbas.

No âmbito desta parceria, o Fundo das Nações Unidas para a Infância e a farmacêutica combinarão esforços para promover o conhecimento e a consciencialização sobre a prevenção do excesso de peso e da obesidade e abordar as suas causas. A parceria arranca inicialmente por um período de três anos.

“O excesso de peso e a obesidade infantil podem causar problemas de saúde, estigmatização e até redução dos níveis de escolaridade”, disse a Diretora Executiva da UNICEF Henrietta Fore. “Com parceiros como a Novo Nordisk, queremos assegurar que a prevenção do excesso de peso e obesidade infantil passa a ser uma responsabilidade social mais ampla, envolvendo os governos, a sociedade civil, o setor privado, as comunidades e as famílias.”

Dados recentes do relatório State of the World’s Children Report 2019 da UNICEF mostram que o excesso de peso e a obesidade infantil estão a aumentar em quase todo o mundo. Atualmente, existem 40 milhões de crianças com menos de cinco anos que têm excesso de peso. O número de crianças entre os 5 e os 19 anos com excesso de peso quase duplicou nos últimos 15 anos.

“Não há dúvida de que o excesso de peso e a obesidade infantil são um problema de saúde pública que requer atenção imediata. O excesso de peso e a obesidade infantil são mais do que uma escolha individual, são um assunto que diz respeito a todos nós. Juntos com a UNICEF esperamos ajudar milhões de crianças a levar uma vida saudável e ao mesmo tempo aliviar o peso da obesidade na sociedade”, explica o presidente e CEO da Novo Nordisk Lars Fruergaard Jørgensen.

O excesso de peso e a obesidade infantil representam sérias consequências para a saúde e consequências sociais e económicas a curto e longo prazo para os doentes, as suas famílias, a comunidade e os sistemas de saúde.

A parceria tem como objetivo:

  • Melhorar o conhecimento dos decisores políticos sobre medidas para prevenir o excesso de peso e a obesidade infantil nos países de rendimentos médios.
  • Promover a consciencialização sobre o impacto do excesso de peso e obesidade sobre as crianças e os seus direitos e defender a necessidade de adotar mudanças constantes em resposta a esta epidemia crescente.
  • Impulsionar e fortalecer interações multi-setoriais na América Latina e nas Caraíbas com foco especifico no México e na Colômbia.

ler mais

RECENTES

ler mais