8 Ago, 2019

Formação em suporte avançado de vida certificado em hospital português

Com a certificação do INEM, o Hospital de Braga conta com uma equipa de 12 formadores devidamente capacitados para dar formação em suporte avançado de vida.

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) reconhece ao Hospital de Braga as competências técnicas e pedagógicas necessárias para proceder à formação em emergência médica, avança hoje o Correio do Minho. Desta forma, a formação em Suporte Avançado de Vida é efetuada por 12 colaboradores do hospital, dos quais fazem parte seis médicos e seis enfermeiros, e tem uma duração de 16 horas.

O objetivo passa por disponibilizar aos colaboradores do hospital nortenho o adquirir de competências necessárias para que haja uma correta atuação aquando de uma paragem cardiorrespiratória.

“Uma das missões da unidade é incentivar o crescimento dos nossos profissionais, valorizar a capacidade técnica e a formação pelo que esta certificação reconhece a qualidade da formação que desenvolvemos no Hospital de Braga”, salienta Maria Barros, administradora do Hospital de Braga.

Além disso, Maria Barros, enaltece ainda o empenho e dedicação dos colaboradores do hospital para que esta certificação seja possível. Para que tal fosse possível, o Hospital de Braga investiu na formação dos 12 colaboradores que dão o curso e adquiriu manequins de suporte avançado de vida, além de outros materiais inerentes à formação.

A equipa de formação é uma equipa multidisciplinar que conta com 12 formadores pertencentes a diversos serviços, desde a Urgência de Cuidados Intensivos, Anestesiologia ao serviço de Pediatria.

Já no ano anterior, em 2018, o Hospital de Braga deu mais de 16 600 horas de formação interna aos seus colaboradores (mais de 2800), revela a unidade de saúde hospitalar numa nota enviada à comunicação social.

EQ/SO

 

ler mais

RECENTES

ler mais