16 Jul, 2019

Campanha de recolha de sangue angariou 777 litros

A campanha teve 2244 dadores inscritos, 777 litros de sangue colhidos, com 535 dos dadores a contribuírem com a sua dádiva de sangue pela primeira vez

Terminou, no passado dia 12 de julho, a 18ª campanha de recolha de sangue que decorreu durante 12 dias no Amoreiras Shopping Center, Arena Shopping, Braga Parque, Oeiras Parque, Strada Outlet e Spacio Shopping. Os resultados foram extremamente positivos: registo de 2244 dadores inscritos, 777 litros de sangue colhidos, com 535 dos dadores a contribuírem com a sua dádiva de sangue pela primeira vez, o que representa um aumento de 27% face ao mesmo período homólogo do ano passado, informa a organização em comunicado.

Em parceria com o Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST), a Campanha de Recolha de Sngue tem como objetivo principal dar resposta às necessidades de componentes sanguíneos dos hospitais de norte a sul do país. A recolha de sangue procura colmatar as necessidades dos hospitais numa época crítica, como é o verão, ajudando a estabilizar os níveis de stock do IPST e permitindo salvar vidas. O IPST “agradece a 18ª edição da iniciativa do grupo Mundicenter que contribuiu mais uma vez para melhorar as existências de sangue Nacionais.”

A dádiva de cada dador pode beneficiar até 3 pessoas, uma vez que o sangue é separado em três componentes com diferentes funções terapêuticas, utilizadas no tratamento de uma grande diversidade de patologias.

Sob o mote “Precisamos do Seu Tipo”, a Mundicenter e o Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST), uniram forças novamente nesta ação solidária que “se enquadra na nossa política de responsabilidade social e que todos os anos organizamos com grande empenho, conscientes da sua importância para a comunidade”, conforme refere o Dr. Fernando Oliveira, Administrador da Mundicenter. Este ano houve 535 novos dadores que fizeram o seu contributo pela primeira vez, tendo sido alcançado as 1654 unidades colhidas, o que se traduz num aumento de 28%.

 

Comunicado

ler mais

RECENTES

ler mais