28 Ago, 2018

Cabo Verde avança com formação para travar mortes infantis em acidentes e envenenamentos

Os acidentes e envenenamentos são a quinta causa de morte nas crianças com menos de cinco anos, em Cabo Verde, razão que levou a Direção Nacional da Saúde a promover uma formação nesta área.

De acordo com um comunicado do Governo de Cabo Verde, a ação de formação para formadores em segurança infantil/prevenção de acidentes domésticos realiza-se terça-feira, no centro de saúde de Achada de Santo António, na Cidade da Praia (ilha de Santiago).

Com esta formação, os responsáveis pretendem dar ferramentas para os formadores atingirem o objetivo de criarem “condições especiais para proteger as crianças, dada a sua grande vulnerabilidade aos acidentes”.

Tendo em conta o “grande investimento” que nas últimas décadas tem sido feito ao nível dos programas relacionados com a saúde materno-infantil, a nutrição e doenças infecciosas/vacinação, os acidentes assumiram um papel preponderante nas principais causas de morte nas crianças e adolescentes em todo o mundo.

Sendo a primeira causa de morte entre os 10 e os 19 anos em todo o mundo, os acidentes e envenenamentos em Cabo Verde são a quinta causa de morte abaixo dos cinco anos.

Em 2016, recorda o Governo cabo-verdiano, a prevalência dos acidentes e envenenamentos era de 4,3% nesta faixa etária.

LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais