23 Jun, 2022

80% dos norte-americanos com diabetes endividam-se para pagar insulina

Custo da insulina tem consequências a vários níveis, diz estudo. Nos EUA, um diabético gasta, em média, 400 dólares (cerca de 378 euros) por mês em insulina. 

De acordo com um novo estudo, divulgado no início deste mês pela CharityRx , 79% dos adultos norte-americanos que têm diabetes ou cuidam de alguém com diabetes dizem ter sido obrigadas a recorrer ao cartão de crédito para pagarem a insulina. Em média, estas pessoas têm uma dívida acumulada de insulina que ronda os 9 mil dólares, cerca de 8500 euros, revela a Forbes.

Cerca de 83% dos inquiridos que recorrem ao crédito afirmam ter medo de não conseguir pagar as restantes despesas devido ao custo da insulina. Cerca de metade diz que diminuiu os gastos com roupas (55%) ou alimentos (50%) para poder pagar a insulina. Quase um terço (29%) teve mesmo de ajustar os custos do aluguer ou empréstimo da casa. Cerca de um terço diz que teve de recorrer à venda de drogas ilícitas para suportar os gastos com insulina. Nos EUA, um diabético gasta, em média, 400 dólares (cerca de 378 euros) por mês em insulina. 

Para além dos impactos económicos, o custo da insulina resultou também em alterações na terapêutica, que podem agravar a diabetes e aumentar as hospitalizações resultantes de descompensações metabólicas. Mais de 60% dos entrevistados dizem pular e/ou ajustar a dose de insulina para poupar dinheiro. Deste grupo, mais de metade revela que, em consequência disso mesmo, não pôde fazer atividades quotidianas, 44% diz não conseguir trabalhar, um terço ficou doente em resultado do racionamento de insulina, e 38% foi mesmo hospitalizado por mais de 24 horas.

Perante este cenário – que piora a qualidade de vida dos doentes, aumenta a despesas médicas com a diabetes e diminui a produtividade nos EUA -, a Câmara dos Deputados dos EUA aprovou um projeto de lei, em março deste ano, que limita os custos com insulina a 35 dólares por mês, cerca de menos 90% do que atualmente, a pessoas com seguro de saúde privado.

SO

ler mais

RECENTES

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ler mais