8 Ago, 2017

Universidade do Minho lança seminário sobre maus-tratos a pessoas idosas

Pioneira no país, esta formação pretende dar a conhecer programas de intervenção eficazes e instrumentos para o despiste de situações de violência

A Associação de Psicologia da Universidade do Minho organiza no próximo dia 11 de setembro o primeiro seminário internacional sobre maus-tratos a pessoas idosas. Pioneira no país, esta formação pretende dar a conhecer programas de intervenção eficazes e instrumentos para o despiste de situações de violência. As inscrições estão abertas até ao dia 6 de setembro, aqui.

A sessão de abertura está agendada para as 9h00, com a presença do presidente da Escola de Psicologia (EPsi), Paulo Machado, e da presidente da Associação Portuguesa de Psicogerontologia, Maria João Quintela. O programa inclui, ainda, a apresentação de temas como o abuso sexual na terceira idade, os serviços de proteção disponíveis e as dificuldades sentidas pelos profissionais que lidam com este grupo.

“Dois estudos recentes que envolveram vários países europeus constataram que Portugal apresenta a maior taxa de prevalência de abuso reportada por pessoas idosas. Os profissionais de saúde e de serviço social sentem alguma insegurança e dispõem de um conhecimento insuficiente para compreender e intervir em situações semelhantes. Muita desta insegurança deve-se essencialmente à falta de oportunidades de formação e reflexão com outros colegas e com especialistas mais experientes neste âmbito”, explica o professor José Ferreira Alves.

Esta formação, que decorre das 9h00 às 13h00, no campus de Gualtar, em Braga, conta com a colaboração da EPsi e da Associação Portuguesa de Psicogerontologia. É destinada a psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais, médicos e outros profissionais, além de alunos ligados a estas áreas de ensino. As pessoas interessadas podem obter informações adicionais através do email mistreatment.minho2017@gmail.com.

O programa pode ser consultado aqui.

 

Comunicado de Imprensa/SO

 

ler mais

RECENTES

ler mais