Unidade de Reconstrução Génito-Urinária e Sexual de Coimbra é referência nacional

A Unidade de Reconstrução Génito-Urinária e Sexual (URGUS) do Centro Hospitalar de Coimbra (CHUC) foi reconhecida pelo Ministério da Saúde como unidade de referência nacional no processo de reatribuição sexual.

Em comunicado, o CHUC refere que, com o reconhecimento, a URGUS tem “competência técnica e científica para acompanhamento multidisciplinar em todo o processo, nomeadamente para a realização dos procedimentos cirúrgicos de transição de masculino para feminino e de feminino para masculino”.

Esta unidade é a única do Serviço Nacional de Saúde (SNS) “para o acompanhamento destes doente”, afirma o CHUC. Os utentes que pretendam mudar de sexo “passarão a ser referenciados” para esta unidade de Coimbra.

Citado na nota, o Conselho de Administração do CHUC considera que a qualificação da URGUS como unidade de referência nacional “traduz o reconhecimento da elevada qualidade, empenho e capacidade de resposta da equipa multiprofissional” que trabalha naquele serviço. Acrescenta ainda que o reconhecimento pelo Ministério da Saúde também evidencia a aposta do Conselho de Administração “no sentido de servir o SNS com respostas adequadas em áreas de elevada exigência, complexidade e diferenciação”.

A URGUS foi criada no CHUC em novembro de 2011 com o objetivo de dar resposta, no SNS, aos utentes para cirurgia de reatribuição sexual.

LUSA/SO/SF

 

ler mais

RECENTES

ler mais