Governo admite pagar parte da dívida aos bombeiros até ao final do ano

O Ministério da Saúde admitiu na passada sexta-feira que poderá regularizar até final do ano as dívidas em atraso às corporações de bombeiros portuguesas, que de acordo com o sector ascendem a 4,3 milhões de euros.