22 Fev, 2018

Portugal é um dos países europeus com maior número de casos de violência contra idosos

Nesta sexta-feira, dia 23 de fevereiro, vai se realizar a conferência “Reaprender a Idade: Contributos Interdisciplinares”, onde serão divulgados dados que revelam que Portugal é um dos cinco países da Europa com maior numero de casos de violência contra idosos.

Organizada pela Comissão de Proteção ao Idoso (CPI) em colaboração com o Departamento de Investigação e Ação Penal do Porto (DIAP), a conferência prevê juntar juristas, médicos e psicólogos, entre outros profissionais, num debate sobre a relação das instituições com os idosos e sobre os seus direitos.

A iniciativa contará com a presença de Teresa Morais, procuradora da República do DIAP do Porto, Aida Aranha, procuradora da República da Comarca do Porto, Manuel Curado, psicólogo e professor doutorado da Universidade do Minho, Antonieta Dias, especialista em medicina legal forense, Carlos Branco, presidente da CPI, e ainda uma intervenção do bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães.

Portugal insere-se no grupo dos cinco países que verificam o maior número de casos de violência contra a terceira idade, num total de 53 países analisados pela Organização Mundial de Saúde. “Segundo dados da Associação de Apoio à Vítima relativos a 2016, em Portugal é já possível aferir um aumento do número das vítimas idosas, apresentando agora 1.009 pessoas idosas vítimas de crime (em média 3 por dia e 19 por semana). Das 1.009 vítimas registadas em 2016, contra 774 em 2013, 679 tinham idades entre os 65 e os 79 anos (67,4%) e 330 tinham entre 80 e mais de 90 anos (32,6%)”, revela Carlos Branco, presidente da Comissão de Proteção ao Idoso, citado em comunicado.

COMUNICADO/SO

ler mais

RECENTES

ler mais