Portugal com risco muito elevado de exposição aos raios UV

Todas as regiões de Portugal continental e arquipélago da Madeira apresentam hoje um risco 'muito elevado' de exposição à radiação ultravioleta (UV), de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA)

Segundo o Instituto, também o arquipélago dos Açores apresenta hoje um risco ‘muito elevado’ de exposição à radiação UV, com exceção de Santa Cruz das Flores, ilha das Flores, grupo ocidental, que está com níveis ‘moderados’.

Para as regiões com risco ‘muito elevado’, o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’, guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre 1 e 2, em que o UV é ‘baixo’, 3 a 5 (‘moderado’), 6 a 7 (‘elevado’), 8 a 10 (‘muito elevado’) e superior a 11 (‘extremo’).

O IPMA prevê céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade no litoral a norte do Cabo Raso até final da manhã e vento fraco a moderado do quadrante norte, soprando de sudoeste no sotavento algarvio durante a tarde, sendo moderado a forte com rajadas até 70 quilómetros por hora no litoral oeste, em especial durante a tarde.

Nas terras altas, prevê-se vento moderado a forte do quadrante norte com rajadas até 70 km/h, em especial a partir do meio da tarde.

A previsão aponta ainda para neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral Norte e Centro, pequena descida da temperatura mínima no interior Norte e Centro e descida da temperatura máxima, exceto no Algarve.

Na Madeira prevê-se períodos de céu muito nublado, apresentando-se em geral pouco nublado nas vertentes sul da ilha, vento moderado a forte de nordeste, com rajadas até 80 quilómetros por hora nos extremos leste e oeste e nas terras altas.

Para os Açores prevê-se céu geralmente muito nublado, períodos de chuva, que poderá ser forte durante a madrugada e manhã e vento bonançoso a moderado.

LUSA/SO/SF

 

 

ler mais

RECENTES

ler mais