Piscina do Centro de Educação Especial de Bragança aberta a toda a comunidade

A única piscina coberta do distrito de Bragança para pessoas com deficiência foi aberta a toda a comunidade, tornando-se num espaço de partilha na atividade física, recreativa e educativa

Mais de uma centena de utentes externos à instituição, fazem tratamento ou manutenção no equipamento do Centro de Educação Especial (CEE) de Bragança, a única resposta social na área da deficiência, na região, que tem uma piscina coberta.

A gestão do CEE passou, há três anos da Segurança Social para a Santa Casa da Misericórdia, que vai juntar, na terça-feira, mais de cinco dezenas de utentes e técnicos das restantes instituições do distrito ligadas à àrea para assinalar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, cuja data oficial é 03 de dezembro,

A Santa Casa da Misericórdia de Bragança, gerida por Eleutério Alves, indicou hoje que desde que assumiu a condução do CEE, em setembro de 2013, que uma das prioridades da instituição foi a requalificação e adaptação da piscina coberta à pessoa com deficiência e torná-la acessível a toda a comunidade.

Além dos utentes do CEE, seniores da Estrutura Residencial para a Pessoa Idosa (ERPI) e crianças dos Centros Infantis, o equipamento conta já com 116 utentes externos à instituição.

“Graças à assinatura de protocolos e à colaboração com outras instituições da cidade, a infraestrutura passou de um espaço morto, a um equipamento essencial para a promoção da atividade física, recreativa e educativa, assegurado um incremento da qualidade de vida dos utilizadores quer do ponto de vista físico, psíquico e social”, garante a instituição.

As comemorações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, na terça-feira, começam com as jornadas aquáticas na piscina coberta aquecida com pólo aquático, aulas de hidroginástica e hidroterapia.

À tarde, as atividades conjuntas entre as diferentes instituições representadas, continuam com jogos lúdicos, aula de Zumba, atelier de olaria e expressão corporal com o artista Ghost, natural de Bragança.

A Misericórdia de Bragança lembra que, além do convívio, troca de experiências e muita animação, esta data “serve de hino ao respeito, solidariedade e inclusão referente à pessoa com deficiência na sociedade.

Esta iniciativa está inserida num programa promovido pelo Secretariado Diocesano da Pastoral a Pessoas com Deficiência, da Diocese de Bragança-Miranda.

Este organismo diocesano juntou perto de um dezena de Instituições Particulares de Solidariedade do Distrito de Bragança num programa coordenado que se prolonga até 04 de dezembro com atividades em cada uma das parceiras sob o lema “Somos Todos Deficientes”.

SO com LUSA

 

ler mais

RECENTES

ler mais