6 Jun, 2017

Partilha de serviços do SNS: hospitais e ACES iniciam implementação da plataforma eletrónica

A plataforma eletrónica de gestão partilhada de recursos do Serviço Nacional de Saúde (GPR SNS) vai começar a ser implementada em hospitais e agrupamentos de centros de saúde (ACES) piloto do Serviço Nacional de Saúde (SNS), iniciando-se pela área dos meios complementares de diagnóstico e terapêutica (MCDT)

Nesta primeira fase de implementação, estão incluídas entidades das Administrações Regionais de Saúde (ARS) do Norte e de Lisboa e Vale do Tejo (LVT), designadamente:

Na Administração Regional De Saúde do Norte:
Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Porto Ocidental, Gondomar e Barcelos/Esposende;
Centro Hospitalar do Porto;
Hospital Santa Maria Maior;
Unidade Local de Saúde de Matosinhos;

Na Administração Regional De Saúde De Lisboa E Vale Do Tejo:
ACES Almada Seixal, Arco Ribeirinho, Arrábida e Lisboa Norte;
Centro Hospitalar Barreiro Montijo;
Centro Hospitalar Lisboa Norte;
Centro Hospitalar de Setúbal;
Hospital Garcia de Orta.

O alargamento às restantes instituições do SNS decorrerá de forma faseada até 30 de setembro, dando assim cumprimento ao determinado através do Despacho n.º 3796-A/2017, de 4 de maio, do Ministro da Saúde e ao disposto na Circular Conjunta n.º 11/2017, entre a Administração Central do Sistema de Saúde e a SPMS – Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, publicada a 31 de maio.

Recorde-se que a plataforma GPR SNS permite aproximar as disponibilidades e as necessidades existentes nas áreas de MCDT, cirurgias, consultas e equipamentos, entre outros serviços que sejam passíveis de partilha entre instituições do SNS, contribuindo assim para a rentabilização da capacidade instalada disponível e para o reforço da cooperação e da articulação entre as instituições públicas, para o aumento da produtividade global do SNS e para o cumprimento integral dos tempos máximos de resposta garantidos aos utentes do SNS.

SNS/SO/CS

ler mais

RECENTES

ler mais