SaudeOnline.pt / Especial Dia Mundial do Sono 2022

Apneia do sono “contribui decisivamente para a principal causa de morte em Portugal: a doença cardio e cerebrovascular”

Em entrevista ao SaúdeOnline, o pneumologista, coordenador do Centro de Medicina do Sono do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e presidente da Associação Portuguesa de Sono descreve o impacto dos distúrbios do sono na qualidade de vida dos portugueses.

“Com o aumento da obesidade, é expetável que os números da SAOS continuem a subir”

A síndrome de apneia obstrutiva de sono (SAOS) afeta entre 9% a 24% da população adulta e é uma condição francamente subdiagnosticada. O alerta parte das pneumologistas da Comissão de Trabalho de Patologia Respiratória do Sono da Sociedade Portuguesa de Pneumologia.

Go to Top