Mais de 2.600 consultas para deixar de fumar nos centros de saúde de Lisboa

Nos primeiros seis meses do ano, os centros de saúde da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) realizaram 2.624 consultas de apoio intensivo à cessação tabágica.

No âmbito do Dia Europeu do Ex-Fumador, assinalado hoje, a ARSLVT informou que, destas 2.624 consultas, mais de um terço (35%) foram primeiras consultas (942).

No ano anterior, foram contabilizadas 4.738 consultas, “o que corresponde a um aumento de cerca de 12% relativamente a 2015, que terminou com 4.226 consultas”. Entre 2015 e 2016, o número de primeiras consultas também subiu quase 9%.

A ARSLVT relembra que, atualmente, todos os agrupamentos de centros de saúde (ACES) na região têm consultas de apoio intensivo à cessação tabágica.

Todos os anos, em Portugal, morrem mais de 11 mil pessoas por doenças provocadas ou agravadas pelo consumo de tabaco, dos quais 800 por doenças recorrentes da exposição ao fumo ambiental. As pessoas fumadoras têm um risco de adoecer e morrer por doenças graves e incapacitantes duas a três vezes superior ao das pessoas que nunca fumaram, perdendo em média dez anos de expectativa potencial de vida.

LUSA/SO/SF

 

ler mais

RECENTES

ler mais