5 Dez, 2017

Luanda recebe 100 novos profissionais da saúde esta semana

Rosa Besa, diretora provincial do setor, revelou que o Tribunal de Contas já confirmou a contratação de médicos e licenciados em enfermagem, com vista ao reforço do quadro do setor da Saúde.

“Ainda esta semana eles [processos] serão liberados, então podemos colocar mais médicos a trabalhar, são cerca de 80 médicos e licenciados em enfermagem. No total são cerca de 100 profissionais de nível superior para reforçar os centros e hospitais”, disse Rosa Bessa. A responsável assegurou que está já em curso um “programa de reestruturação do setor da saúde de Luanda”, província com quase sete milhões de habitantes,

Do referido programa de reestruturação “constam a questão das carreiras de enfermagem, um enquadramento dentro dos hospitais e centros”, realçou, aludindo ao protesto dos enfermeiros de Luanda, que desde quinta-feira suspenderam consultas e prescrições de medicamentos, alegando não ter competência para o efeito.

Na quarta-feira, o governador da província de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho, afirmou que a capital angolana vive uma “fase crítica”, em termos de segurança pública, e que são necessárias mudanças urgentes na área da saúde.

Adriano Mendes de Carvalho apontou que a sua governação pretende reduzir doenças endémicas em Luanda, apostando na “melhoria do saneamento básico”, reconhecendo que o setor da saúde “não está bem”.

“Clamando por uma reviravolta de 180 graus. Não podemos desejar menos quando se trata da saúde do nosso povo. Queremos acreditar que com este apoio do Ministério da Saúde que esta reviravolta será dada no mais curto espaço de tempo”, observou na ocasião.

LUSA/SO

ler mais

RECENTES

ler mais