28 Ago, 2017

INEM atendeu 169 chamadas de emergência por hora no primeiro semestre

Foram atendidas nos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM um total de 679.686 chamadas de emergência, mais de 11 mil chamadas relativamente ao primeiro semestre do ano passado

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) recebeu no primeiro semestre deste ano quase 680 mil chamadas, o que dá uma média de 169 chamadas de emergência por hora, segundo dados do organismo hoje divulgados.

As chamadas feitas para o 112 são atendidas em primeira linha nas centrais de emergência pela PSP e GNR, que reencaminha para os CODU as situações que digam respeito a urgências ou emergências médicas.

As chamadas atendidas no primeiro semestre pelo Instituto Nacional de Emergência Médica deram origem à ativação de mais de 625 mil meios de emergência entre os diversos tipos de ambulância, unidades de intervenção psicológica ou helicópteros.

NO primeiro semestre de 2017 o INEM atendeu 679.686 chamadas, quando em 2016 tinham sido atendidas 668.414. No mesmo período de 2015 foram recebidas 656 mil chamadas e em 2014 foram atendidas menos de 620 mil.

LUSA/SO/SF

 

ler mais

RECENTES

ler mais