28 Fev, 2018

Formações no Porto aproximam sociedade e medicina

Várias instituições de Ensino Superior do Porto vão realizar seminários e formações em cuidados de saúde com o objetivo de aproximar a sociedade e a medicina.

A iniciativa, apresentada hoje na Associação Nacional dos Jovens Empresários, pretende “promover cuidados centrados na pessoa e não apenas na doença”, explicaram à Lusa as investigadoras Susana Magalhães, do Instituto de Bioética da Universidade Católica Portuguesa, e Paula Silva, da Faculdade de Medicina Universidade do Porto (FMUP). “Através desta abordagem interdisciplinar será possível melhorar a relação entre doentes, familiares, cuidadores e profissionais de saúde”, indicaram as responsáveis pela iniciativa.

Para tal, vão organizar atividades sobre medicina baseada na narrativa, buscando disseminar esta área entre os profissionais de saúde e respetivas instituições e implementar os pilares desta abordagem nos cuidados de saúde em Portugal. A medicina narrativa “sublinha a diferença entre a doença descrita em linguagem científica e a experiência da doença pela pessoa que a vive”, explicaram. O desafio que esta distinção coloca, continuaram, é de evidência baseada na prática, visando encontrar “respostas realistas” para “questões persistentes ou emergentes nos cuidados de saúde”.

Este projeto, designado Grupo de Estudos e Reflexão em Medicina Narrativa (GERMEN), é promovido pela FMUP, pela Universidade Católica e pela Universidade Fernando Pessoa, em parceria com o Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (Ipatimup). Além dos profissionais de saúde, as sessões organizadas pelo grupo serão destinadas a doentes e familiares, gestores de instituições de saúde, decisores políticos e à população interessada neste tema. O primeiro seminário está agendado para 20 de abril e procurará explorar a medicina narrativa, com a participação de oradores nacionais e internacionais.

A sessão de apresentação deste projeto, que decorre hoje na ANJE, contará com intervenções das coordenadoras do grupo, Susana Magalhães e Paula Silva, tendo como oradores convidados o patolgista Manuel Sobrinho Simões e a epidemiologista Maria Giulia Marini, membro da Sociedade Italiana de Medicina Narrativa.

LUSA/SO

ler mais

RECENTES

ler mais