[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”off” author=”on” date=”off” […]

Formação: um fator diferenciador, uma vantagem competitiva?

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”off” author=”on” date=”off” categories=”off” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”above” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”center” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_css_post_image=”float: left;|| width: 180px;|| height:190px;|| object-fit: cover;|| margin-top: 30px;|| margin-right: 30px;|| margin-bottom: 10px;|| margin-left: 0;|| max-width: 180px;|| border: 3px solid #999999;|| border-radius: 150px;|| -webkit-filter: grayscale(100%);|| filter: grayscale(100%);” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)”] [/et_pb_post_title][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” parallax_2=”off” parallax_method_2=”off” column_padding_mobile=”on” custom_css_main_1=”position: relative;||”][et_pb_column type=”1_4″][et_pb_team_member admin_label=”Person” name=”Nuno Santos” position=” Director Comercial & Marketing CaF, Consultoria e Formação” image_url=”https://saudeonline.pt/wp-content/uploads/2018/06/Nuno-Santos-baixas.jpg” animation=”off” background_layout=”light” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” module_class=”ds-thumbnail-blog-red” header_font=”|on|||” header_font_size=”16″] [/et_pb_team_member][/et_pb_column][et_pb_column type=”3_4″][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

“Portugal está a perder qualidade na formação dos profissionais de saúde.”

Professor Sobrinho Simões-Médico/Investigador Vencedor do Prémio de Mérito da Competência em Gestão dos Serviços de Saúde
In LUSA 28/10/2017

Um profissional de saúde, prepara-se de acordo com um fundamento essencial da respetiva profissão, no sentido de contribuir, colaborar, ajudar e tratar pessoas e não apenas doenças.
A informação no âmbito da saúde flui com celeridade e dada a facilidade com que a população acede à mesma, apesar por vezes, de estar muito enviesada, os profissionais de saúde estão sujeitos a um elevado nível de exigência e expectativas por parte de todos aqueles que os procuram.
É, pois, por isso, legitimo, referir que se espera dos profissionais de saúde uma permanente atualização e desenvolvimento constante das suas competências técnico científicas e complementares.
Efetividade e excelência comunicacional, liderança, gestão de recursos (humanos, técnicos e financeiros), relações interpessoais de qualidade, grande resiliência, capacidade de resistência ao stress e facilidade de manuseamento das TI (Tecnologias de Informação), são tudo competências que se pedem a um profissional de saúde atual.
A crescente complexidade das relações interpessoais e a evolução tecnológica exponencial aumenta a importância da preparação também nestes domínios. Uma adequada Formação torna os profissionais de saúde mais aptos a lidar com a difícil arte de ajustar/conciliar os seus conhecimentos científicos, de natureza genérica e universal, a todos os que os procuram e que deles necessitam.
A viver uma era volátil, em que a agilidade, a adaptação e a flexibilidade para acompanhar novas tecnologias, processos e metodologias são requisitos obrigatórios, num mercado de trabalho exigente, competitivo e dinâmico, a formação contínua tornou-se uma ferramenta em evidência.
Sem qualificação não há produtividade, competitividade nem motivação. O profissional que investe na formação e na sua qualificação pessoal é alguém que opta pela sua própria modernização, uma ferramenta facilitadora do sucesso.
A formação, multidisciplinar, abrange um conjunto de competências onde se incluem o saber-fazer (ferramentas e métodos científicos específicos), o saber-saber (conhecimentos gerais ou especializados), o saber-estar (comportamentos) e o saber aprender (fundamental para fazer face à evolução). Estes são vetores do desenvolvimento e deverão, cada um, ser continuamente reforçados.
A formação é, pois, o motor que permite aportar competitividade efetiva e clara ao profissional. Uma aposta que implica algum investimento, mas cujo retorno é largamente compensado a curto prazo.
No contexto do mercado de trabalho atual exigem-se profissionais cada vez mais flexíveis, versáteis e vocacionados para o conhecimento e evolução contínua como principal fator diferenciador. Qualificar-se proactivamente é uma vantagem competitiva para o profissional de saúde. Quem se fecha em si próprio condena a evolução. Aquele que é hoje altamente qualificado, pode amanhã estar completamente ultrapassado, devendo por isso, posicionar-se, adaptar-se e investir.
Como tal, o profissional de saúde deve estar focado e apostar na renovação de conhecimentos, como que do “update” de um complexo “Software” se tratasse. A formação não pode considerar-se concluída em nenhuma fase da vida profissional ativa.
Uma das principais vantagens de dar continuidade à Formação é o direcionamento da carreira e a definição de uma linha de atuação e/ou orientação, pois a graduação é muito ampla. Atualmente o profissional tem que ter uma visão generalista, sendo importante, ainda assim, a especialização. A Formação proporciona exatamente isso: explorar o que se aprende, despontando o perfil do profissional e orientando a direção das respetivas carreiras. A formação pode abrir portas e impulsionar qualquer carreira, contudo de nada adianta fazer Formação, apenas e só porque “os outros” o fazem. Quem melhor se prepara de forma proactiva tem uma maior dinâmica para enfrentar desafios.
Por tudo isto, e apesar de uma Licenciatura ou Mestrado, é importante estar em constante atualização e acompanhar as mudanças tecnológicas, do mercado e de paradigmas, fazendo, assim, a gestão da carreira de excelência através de uma Formação contínua estratégica.
Convidamo-lo a participar no “SURVEY FORMAÇÃO”, contribuindo deste modo, para o desenvolvimento da Formação contínua de excelência. Aceda Aqui ao SURVEY FORMAÇÃO

 

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]
ler mais

RECENTES

ler mais