23 Fev, 2017

Fogões Siemens, Balay e Bosch com risco de fuga de gás e explosão

Em comunicado, o BSHP aconselha os clientes [para evitar quaisquer riscos possíveis até à substituição do encaixe de ligação do eletrodoméstico afetado] a desligar o fornecimento de gás e suspender a utilização do aparelho

O Grupo BSHP alertou hoje, mais uma vez, os clientes para o risco de fugas de gás e em casos raros de explosão em fogões das marcas Siemens, Balay e Bosch, produzidos entre janeiro de 2009 e outubro de 2011.

Em outubro, o Grupo tinha pedido aos seus clientes proprietários de fogões a gás das marcas em questão para entrarem em contacto com a empresa para a substituição de uma peça.

Em Portugal, existem aproximadamente 5.000 eletrodomésticos produzidos entre 2006 e 2011.

Em comunicado, o Grupo faz um novo aviso de segurança relacionado com o encaixe da ligação de gás em mais modelos de fogões a gás das marcas Bosch, Siemens e Balay.

“A BSHP Eletrodomésticos, Sociedade Unipessoal, Lda está a alargar a sua ação de segurança voluntária relativa a fogões a gás independentes com data de produção entre 2016 e 2011. A razão é um possível dano no encaixe da ligação de gás. Em determinadas circunstâncias, poderá dar-se uma fuga de gás e, em casos extremamente raros, constituir um potencial risco de explosão”, adianta o Grupo.

Por isso, a BSHP pede a todos os proprietários daqueles modelos de fogões a gás para verificarem se o seu aparelho foi produzido naquelas datas.

“Em especial, pedimos aos consumidores que já verificaram se os seus aparelhos se encontravam abrangidos, e cujo encaixe da ligação de gás não necessitava de substituição, para verificarem novamente os seus aparelhos”, salienta o Grupo.

Na sequência do problema, a substituição do encaixe de ligação vai ser feita gratuitamente por um técnico certificado a todos os proprietários de eletrodomésticos afetados.

LUSA/SO

 

Msd - banner_final

ler mais

RECENTES

ler mais