1 Set, 2017

EUA: “Invasão” de mosquitos após tempestade Harvey

Um especialista norte-americano em saúde pública, Joon Lee, alertou para o perigo de um súbito e significativo aumento na população de mosquitos e perigo de transmissão de doenças no seguimento da passagem da tempestade Harvey

Especialista em insetos, o médico entomologista do Centro para as Ciências da Saúde da Universidade do Norte do Texas afirma que as enxurradas originadas pela passagem da tempestade tropical podem desalojar os insetos dos seus “habitats” naturais, encaminhando-os para águas paradas onde se reproduzem mais depressa. O especialista acredita que as populações de mosquitos vão aumentar significativamente nas próximas duas semanas, permanecendo em números anormalmente elevados durante um ou dois meses.

Esta situação pode levar a um aumento da transmissão de doenças potencialmente mortais como é o caso da encefalite. O aumento de casos de pessoas com zika ou febre do dengue também é possível, mas essas doenças teriam de ser originadas por alguém que já estivesse infetado.

A chuva que caiu em Houston, no Texas, desde a chegada do Harvey – furação de categoria 4 numa escala de 5, que se transformou numa tempestade tropical – atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros, causando inundações sem precedentes na cidade de 2,3 milhões de habitantes.

De acordo com as agências federais e locais, foram resgatadas em Houston e em áreas adjacentes mais de 13.000 pessoas.    número de vítimas subiu para 33, com a descoberta de mais dez corpos ontem.

O autarca de Houston anunciou um recolher obrigatório na cidade a partir das 22:00 horas de terça-feira (04:00 horas de quarta-feira em Lisboa).

LUSA/SO/SF

 

ler mais

RECENTES

ler mais