26 Set, 2017

Especialistas defendem que todos os portugueses deveriam conhecer sintomas de enfarte

A Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) alertou para a necessidade de os portugueses reconhecerem os sintomas de enfarte do miocárdio e de ligarem de imediato para o número de emergência 112

No âmbito do Dia Mundial do Coração, que se assinala esta sexta-feira, a APIC recordou que a maior parte dos portugueses (cerca de 60%) não sabe identificar os sintomas de um enfarte.

“Os sintomas mais comuns, para os quais as pessoas devem estar despertas, são a dor no peito, por vezes com irradiação para o braço esquerdo, costas e pescoço, acompanhada de suores, náuseas, vómitos, falta de ar e ansiedade”, explicou o presidente da APIC, João Brum Silveira.

O presidente da associação afirmou que, ao identificar esses sintomas, é importante ligar imediatamente para o número de emergência médica (112) e esperar pela ambulância devidamente equipada para diagnosticar o enfarte.

João Brum Silveira sublinhou que “a pessoa não deve tentar chegar ao hospital pelos próprios meios”, uma vez que muitas vezes os doentes chegam ao local sem capacidade de realizar o tratamento, atrasando significativamente o início da terapêutica.

O enfarte agudo do miocárdio, também conhecido por ataque cardíaco, ocorre quando uma das artérias do coração fica obstruída, fazendo com que uma parte do músculo cardíaco fique em sofrimento por falta de oxigénio e nutrientes.

LUSA/SO/SF

 

ler mais

RECENTES

ler mais