13 Dez, 2016

Escolas do Viso, Câmara de Cascais e Centro de Braga premiados por combate ao álcool

O Centro de Solidariedade de Braga, o município de Cascais e o agrupamento de escolas do Viso foram distinguidos com os Prémios Fórum Nacional Álcool e Saúde (FNAS) pelos seus projetos de combate ao consumo de bebidas alcoólicas.

Os prémios agora entregues visam reconhecer as boas práticas na intervenção nos problemas ligados ao álcool, e dizem respeito ao biénio 2014-2015, tendo sido escolhidas as categorias intervenção autárquica, educação e solidariedade social.

Nesta última categoria, foi distinguido um projeto desenvolvido desde 2008 pelo Centro de Solidariedade de Braga, “Mais Vale Prevenir”, baseado numa intervenção preventiva dirigida a jovens e adolescentes entre os 10 e os 19 anos do território de Vila Nova de Famalicão.

A sua ação assenta no desenvolvimento de competências sócio emocionais, que capacitam os jovens para a resistência à pressão de pares ou para o reforço de atitudes protetoras em relação ao consumo de bebidas alcoólicas, potenciando ainda o trabalho em rede com outros parceiros como a escola, estruturas da saúde ou a comissão de proteção de crianças e jovens em risco.

O trabalho apostou na capacitação dos profissionais para desenvolverem estratégias psico-educativas junto aos jovens e foi complementado com ações de sensibilização junto à comunidade, treino de competências parentais e intervenções em contexto recreativo noturno, tendo resultado em “mudanças significativas ao nível dos comportamentos de consumo ou intenções”, segundo os promotores.

Na categoria municípios, a Câmara de Cascais fi distinguida por um projeto centrado na promoção de saúde, que definiu quatro eixos de intervenção: educação para a saúde, equidade em saúde, contextos favoráveis à saúde e cidadania em saúde.

Trata-se de um projeto que abarca as áreas de prevenção, tratamento e reinserção, junto de crianças, jovens e adultos trabalhadores, nos contextos laboral, educativo e comunitário.

Com iniciativas que vão desde Teatro-Debate até à preparação de shots sem álcool, este trabalho inclui uma abordagem preventiva de consumo de substâncias psicoativas junto dos trabalhadores da Câmara Municipal de Cascais, um projeto de acompanhamento em territórios de intervenção prioritária e o encaminhamento prioritário de utentes para as valências que integram respostas, nas quais também estão incluídos o tratamento e reinserção no âmbito dos problemas ligados ao álcool.

Na categoria educação, foi o agrupamento de escolas do Viso a vencedora com uma intervenção continuada no tempo, que abrangeu o 2.º e 3.º ciclos do ensino básico, e que se centrou na sensibilização da comunidade educativa (pais, professores auxiliares), na formação de profissionais (professores e assistentes) e na intervenção psico-educativa com as crianças e jovens, trabalhando o aumento de literacia em saúde, a adoção de estilos de vida saudáveis, a capacitação para a tomada de decisões e a prevenção ou redução de comportamentos de consumo de bebidas alcoólicas.

O FNAS é uma plataforma nacional, representativa de todas as partes interessadas na sociedade civil que se comprometam a reforçar as ações necessárias para a redução dos danos provocados pelo consumo de risco e nocivo de álcool, que agrega 74 entidades.

Nesse sentido, o Prémio FNAS pretende dar destaque a entidades que, não tendo assento no Fórum, desenvolveram trabalho de relevo no âmbito dos problemas ligados ao álcool, contribuindo para a prossecução das metas traçadas no Plano Nacional para a Redução dos Comportamentos Aditivos e das Dependências.

ler mais

RECENTES

ler mais