Escola de Medicina da Universidade do Minho celebra hoje 17 anos

A Escola de Medicina da Universidade do Minho (EMed) assinala hoje o seu aniversário, com uma cerimónia que inclui a entrega de diplomas aos alunos formados em 2017, várias distinções e os discursos do reitor António M. Cunha e do presidente da EMed, Nuno Sousa.

O evento tem início marcado para as 10h00, no auditório Zulmira Simões da EMed, no campus de Gualtar, em Braga, com a sessão de graduação dos estudantes de Medicina. Segue-se a intervenção do subdelegado dos recém-graduados, Vítor Macedo, da presidente do Núcleo de Estudantes de Medicina, Mar Mateus da Costa, do responsável do Alumni Medicina, Luís Vasco Louro, e da professora catedrática Cecília Leão. O programa prevê depois a atribuição da Cátedra Prof. Joaquim Pinto Machado e dos prémios de mérito escolar, de docência e de investigação a elementos da Escola que se destacaram no último ano. A iniciativa encerra com os discursos oficiais e, pelas 12h30, há um convívio no átrio do edifício.

A Escola de Medicina, que até outubro de 2016 se designava Escola de Ciências da Saúde, é das mais recentes da UMinho e uma referência na área. Ao longo dos seus 17 anos destaca-se a qualidade e diversidade dos programas académicos, como a parceria com as universidades de Columbia e Thomas Jefferson (EUA); a afirmação da investigação através do laboratório associado ICVS/3B’s, avaliado com “Excelente” e tendo vários projetos com fundos europeus; o impacto do Centro Clínico Académico, que realiza um terço dos ensaios clínicos em Portugal; a criação do Biotério; o certificado mundial “Aspire” pelo ensino de excelência e pelo envolvimento dos alunos; e o primeiro lugar nacional desde 2008 (ano dos primeiros graduados) nos exames de seriação para a especialidade médica.

Comunicado/SO

 

ler mais

RECENTES

ler mais