15 Dez, 2016

Costa lembra em Bruxelas papel de Soares na adesão de Portugal à Europa

O primeiro-ministro sublinhou ontem, em Bruxelas, que Portugal deve em parte a Mário Soares os 30 anos de participação no projeto europeu e congratulou-se por as notícias sobre a saúde do antigo Presidente da República serem animadoras.

António Costa, que chegou ontem a Bruxelas oriundo de Nova Iorque, disse aos jornalistas que tem tido oportunidade de falar com os filhos de Mário Soares e tem acompanhado, “naturalmente com preocupação”, a evolução do seu estado clínico, e, em vésperas de participar numa cimeira de chefes de Estado e de Governo da União Europeia, lembrou o papel do então primeiro-ministro na adesão de Portugal, concretizada há 30 anos.

“Felizmente, aparentemente os últimos sinais são menos negativos do que aquilo que se temia inicialmente, portanto acho que é um motivo importante para todos, porque, se estamos hoje a celebrar estes 30 anos de participação de Portugal na UE, seguramente que em primeiro lugar o devemos a Mário Soares”, observou.

António Costa lembrou que “foi no primeiro Governo de Mário Soares que Portugal apresentou o pedido de adesão, foi no último Governo de Mário Soares que Portugal fechou o acordo de adesão” e que, portanto “é um dos grandes contributos” que deixou para o país “foi certamente esta adesão à Europa”.

Mário Soares encontra-se na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, em situação crítica e com “prognóstico reservado”, tendo o hospital indicado no mais recente boletim clínico do dia que o antigo primeiro-ministro e antigo Presidente registou ao longo do dia de hoje “alterações ligeiras no estado de consciência” e encontra-se “mais reativo aos estímulos externos, mantendo-se estáveis os sinais vitais”.

“O Hospital da Cruz Vermelha informa que ao longo do dia de hoje ocorreram alterações ligeiras no estado de consciência do doutor Mário Soares, que se encontra agora mais reativo aos estímulos externos”, disse aos jornalistas José Barata, porta-voz da unidade hospitalar de Lisboa.

Mário Soares, de 92 anos, deu estrada no Hospital da Cruz Vermelha na madrugada de terça-feira, após uma indisposição.

ler mais

RECENTES

ler mais