28 Fev, 2018

Concelhos de Penafiel e Marco de Canaveses acolhem projeto-piloto que visa diminuir casos de tuberculose

As Unidades de Saúde Pública dos Agrupamentos de Centros de Saúde do Vale do Sousa Sul e do Baixo Tâmega, em parceria com o Programa Nacional para a Tuberculose, avançaram, em janeiro de 2018, com a implementação do projeto “Menos Tuberculose – Pedreiras”, dirigido aos trabalhadores desta indústria nos concelhos de Penafiel e Marco de Canaveses.

Com este projeto-piloto, que decorrerá de 2018 a 2020, pretende-se diminuir o número de casos de tuberculose em áreas geográficas onde se tem verificado uma incidência da doença bastante superior à do resto do país.

A intervenção inclui a realização de rastreios periódicos aos trabalhadores das empresas identificadas como de maior risco para tuberculose, com o objetivo de diagnosticar, precocemente, casos de tuberculose-doença e de tuberculose-infeção e garantir, numa fase precoce, o seu encaminhamento e tratamento.

Os Serviços de Saúde do Trabalho das várias indústrias de extração e transformação da pedra asseguram a articulação entre as referidas indústrias, os Serviços de Saúde Pública e os Centros de Diagnóstico Pneumológico (serviços dos Cuidados de Saúde Primários onde é efetuado o acompanhamento dos doentes com tuberculose), garantindo a execução dos testes de rastreio (inquérito de sintomas, radiografia de tórax e colheitas de expetoração para exame bacteriológico e de sangue para teste IGRA [teste ao sangue para detetar a presença do bacilo da tuberculose em fase latente]).

Dependendo dos resultados, o projeto poderá vir a ser alargado a outros contextos de risco para a transmissão da tuberculose, pretendendo-se que, depois de 2020, os Serviços de Saúde do Trabalho rastreiem periodicamente os seus trabalhadores, nas situações em que tal se justifique, assegurando a articulação entre os vários níveis dos serviços de saúde.

COMUNICADO/SO

ler mais

RECENTES

ler mais