30 Dez, 2016

Centros de Saúde do Baixo Mondego com quase mil consultas no dia 26 de dezembro

Os centros de Saúde do Baixo Mondego realizaram quase um milhar de consultas de doença aguda no dia 26 de dezembro, 270 das quais foram feitas em Coimbra

Em comunicado, a ARSC explica que os centros de saúde do Baixo Mondego estiveram excecionalmente abertos na passada segunda-feira, no âmbito do Plano de Contingência para Temperaturas Extremas Adversas (PCTEA) – Módulo Inverno 2016/2017, realizando 967 consultas.

“Face ao período de baixas temperaturas e ao aumento significativo de procura de serviços de saúde, quer a nível das urgências hospitalares, quer dos cuidados de saúde primários, a medida de abrir os centros de saúde de Coimbra, no dia 26, revelou-se eficaz, evitando a deslocação de perto de três centenas de doentes à urgência hospitalar”, considerou o presidente da ARSC, José Tereso, citado na nota.

O responsável sublinha que as unidades dos Agrupamentos de Centros de Saúde da região Centro (Baixo Mondego, Baixo Vouga, Cova da Beira, Pinhal Interior Norte, Pinhal Litoral e Dão Lafões) “estão a desenvolver estratégias locais que permitem aumentar a acessibilidade dos utentes e a capacidade de resposta dos cuidados de saúde primários”.

Nesse sentido, acrescenta, regista-se já um aumento diário de vagas para consulta de agudos, maior disponibilidade das equipas de saúde e aumento do número de médicos em escala de consulta aberta destinada à doença aguda.

O presidente da ARSC aconselha a população a dirigir-se, “com confiança, aos seus centros de saúde, às unidades de saúde familiar, às unidades de cuidados de saúde personalizados que estão preparados para responder, com eficácia e eficiência, a situações não urgentes, como a síndrome gripal ou a infeção respiratória”.

ler mais

RECENTES

ler mais