22 Dez, 2016

Centro hospitalar do Tâmega e Sousa vai ter mais 4,2 ME em 2017

O orçamento para 2017 do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) vai ser reforçado em 2017, com uma dotação adicional de 4,2 milhões de euros, o que permitirá contratar mais profissionais

Fonte daquele centro hospitalar avançou hoje à Lusa que se prevê contratar, a partir de janeiro, 40 assistentes operacionais, um avanço que se junta a outro já concretizado, que permitiu celebrar contratos de trabalho definitivos com 24 enfermeiros que já prestavam serviços.

Os profissionais agora contratados vieram reforçar as equipas de enfermagem dos serviços de cirurgia, medicina, obstetrícia, ortopedia, urgência e urologia.

José Ribeiro, enfermeiro diretor do CHTS, em declarações à Lusa, explicou que a conversão dos contratos de trabalho significa “o combate à precariedade”, mas também “aumenta também o nível motivacional dos profissionais, culminando com a sua fixação”.

“Estas novas condições, bem como as recentes e futuras contratações de enfermeiros, procuram dotar o centro hospitalar de profissionais que fazem falta e que são fundamentais para o dia a dia dos cuidados hospitalares”, explicou.

O reforço orçamental permitirá também, em 2017, “abrir as portas a outros investimentos e projetos onde os recursos humanos são fundamentais”.

À Lusa, o presidente da administração, Carlos Alberto, frisou que “o CHTS tem uma produção elevadíssima e de grande qualidade, graças aos seus profissionais”. Contudo, prosseguiu, “chega a uma altura em que é preciso criar mais e melhores condições”.

“É esse o nosso objetivo”, assinalou, recordando que naquele centro hospitalar, com sede em Penafiel, existe a segunda maior urgência do norte do país.

O dirigente recordou que em termos clínicos foi possível, desde setembro, contratar para o quadro 18 novos médicos especialistas de diversas áreas e outros 18 para apoiar áreas mais desfavorecidas.

“Não chega, mas estamos no bom caminho”, comentou.

As contratações efetuadas em setembro, que incluíram médicos, enfermeiros e um técnico de fisioterapia, reforçaram as áreas de anestesiologia, cardiologia, endocrinologia, gastroenterologia, medicina física e de reabilitação, medicina interna, neurologia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ortopedia, patologia e psiquiatria.

O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa compreende as unidades hospitalares de Penafiel (Padre Américo) e de Amarante, cobrindo os 12 concelhos do território, num universo populacional de cerca de 550.000 pessoas.

LUSA/SO

 

ler mais

RECENTES

ler mais