18 Dez, 2017

Candidaturas ao Prémio Celgene abertas até 29 de janeiro de 2018

No valor de cinco mil euros, o prémio pretende reconhecer projetos centrados nas pessoas com doença oncológica, que demonstrem excelência na procura de soluções inovadoras para as necessidades não-clínicas dos doentes e cuidadores.

As candidaturas estão abertas a instituições portuguesas como associações de doentes, instituições científicas e outras entidades colectivas sem fins lucrativos que tenham um projeto concluído ou em curso já com evidência de resultados, na área dos tumores sólidos ou hematológicos.

Os Prémios Celgene, que se estendem pelo biénio 2017-2018 e são constituídos pelo Prémio agora a decorrer e uma Bolsa a abrir em 2018, pretendem promover iniciativas que contribuam para que a investigação de medicamentos e a prestação de cuidados de saúde sejam cada vez mais centrados na pessoa com doença, através do maior entendimento do ambiente social e cultural, da experiência de vida, crenças, expectativas, atitude perante a doença, incapacidade e perda de autonomia, tendo em conta que todas estas dimensões influenciam a forma como a pessoa com doença e o cuidador aceita e adere às estratégias de intervenção terapêutica e qualidade de vida. Os Prémios Celgene 2017 de Incentivo às Iniciativas Centradas na Pessoa com Doença, pretendem assim apoiar as instituições promotoras destes projectos .

Esta iniciativa enquadra-se no programa internacional de responsabilidade social ChangeMakers implementado pela Celgene em 2017, que agrega um leque de atividades centradas na integração dos doentes no processo de tomada de decisão relacionada com a sua saúde.

Após atribuição desta primeira distinção, a Celgene abre a Bolsa 2018 de financiamento de novos projetos no valor de 10 mil Euros, com um âmbito alargado às doenças crónicas e debilitantes do sistema nervoso ou do foro reumático, à qual os interessados podem submeter as candidaturas entre 1 e 30 de abril 2018.

Comunicado/SO

 

ler mais

RECENTES

ler mais